quinta-feira, 3 de maio de 2007

"Deus escreve direito"




















"Deus escreve direito por linhas tortas
E a vida não vive em linha recta
Em cada célula do homem estão inscritas
A cor dos olhos e a argúcia do olhar
O desenho dos ossos e o contorno da boca
Por isso te olhas ao espelho:
E no espelho te buscas para te reconhecer
Porém em cada célula desde o início
Foi inscrito o signo veemente da tua liberdade
Pois foste criado e tens de ser real
Por isso não percas nunca teu fervor mais austero
Tua exigência de ti e por entre
Espelhos deformantes e desastres e desvios
Nem um momento só podes perder
A linha musical do encantamento
Que é teu sol, tua luz, teu alimento."

Sophia de Mello Breyner Andresen, in O Búzio de Cós

3 comentários:

Anônimo disse...

Contudo por vezes... esse, chamar-lhe-ei, saber.. não ajuda mais !

Sabbat disse...

Em momentos de desespero e de ansiedade é possível acreditar, ilusoriamente, que esse saber não ajuda nada, mas se nunca deixarmos de acreditar em nós,certamente estaremos no caminho certo...no caminho da evolução!

Anônimo disse...

Subtileza a sua na forma de discordar de mim, com o uso do ilusoriamente :).

A evolução parece-me uma inevitabilidade, pois de alguma forma estamos sempre em algum caminho, o que nos leva assim a evoluir, de certa forma. Então percebo - penso - esse "acreditar em nós" que referes; permitirá que nos seja mais possível mudar a inevitabilidade dessa dita evolução, mais de acordo com o que queremos. Afinal de contas acreditar pressupõe algo. Se acredito, portanto, quero esse algo. Material ou não, claro.

Então sim, faz sentido tuas palavras de facto. Tendo em pano de fundo de que evolução não tem de necessáriamente ser uma revolução.

Parabéns pelo blog. Continua.