sexta-feira, 23 de março de 2007

Mudança


Subitamente, algo invadiu o meu corpo,

a minha alma...a minha vida!
Uma suave brisa de mudança penetrou
no meu espaço existencial.
Tentei explicar o inexplicável e lutar contra essa brisa
desconhecida, mas ao mesmo tempo tão familiar...
não consegui, pois fiquei desarmada perante
esse sinal de mudança anunciada.
Deixei-me conquistar por palavras, gestos e melodias
que me envolveram numa suave teia de ternura.
Tudo era novo... rapidamente
esqueci o Passado e lembrei-me de mim!
Tudo ficou mais simples: eu era eu e tu eras tu,
num mar de emoções, sem complicações...

LiliFlor



Um comentário:

brida disse...

Saudações póeticas..pra ti poeta....adorei seu blog...parabens pelas belissimas imagens...pelos belos poemas...este foi marcante poeta"Tentei explicar o inexplicável e lutar contra essa brisa
desconhecida, mas ao mesmo tempo tão familiar...Tudo ficou mais simples:eu era eu e tu ers tu,num mar de emoçoes,,sem complicações"

Muito lindo..poeta...qt sensibilidade...as vezes n tem como explicar o inexplicavel...então só sentimos...Besos poeticos em seu Divino Ser....Pax et Lux